UM ÔNIBUS TRANSFORMADO NUMA BELA CASA SOBRE RODAS

7 de julho de 2018

Você já imaginou um ônibus escolar transformado numa casa? Se não, há quem tenha pensado. Foi o caso de uma moradora de New Jersey (EUA), que passou os últimos anos renovando um velho ônibus que comprou no e-bay por apenas R$ 25 mil. Depois de investir mais R$ 250.000,00 na sua aquisição, ela agora pode desfrutar de uma bela casa de 37 m² sobre rodas, onde cabem duas camas, uma cozinha, um banheiro e, claro, muito estilo.

EDIFICAÇÕES COM TENDÊNCIAS MUNDIAIS EM URBANISMO

7 de julho de 2018

Empreendimentos imobiliários com espaços e sistemas de lazer planejados para mais saúde e melhor convivência social já são realidade no Brasil. São aqueles que fazem uso das maiores tendências do urbanismo moderno: espaços ao ar livre com sistemas de lazer, ambientes dedicados à socialização, proximidade de conveniências e paisagismo.

TRANSAÇÃO PARA QUITAR DÉBITOS DE LOCAÇÃO É NULA SEM AUTORIZAÇÃO DO CÔNJUGE DO FIADOR

30 de junho de 2018

Nas locações, o instrumento de transação que estabelece novas obrigações, prazos e forma de pagamento, é equivalente a um novo contrato. Por conta disso, o fiador e seu cônjuge precisam assinar o documento, sob pena da fiança que prestaram no contrato de aluguel ser considerada extinta. Esse é o entendimento do STJ – que contraria decisões do Tribunal de Justiça gaúcho.

INDENIZAÇÃO DEVIDA PELO CONDOMÍNIO PODE PREJUDICAR CONDÔMINO

30 de junho de 2018

O Superior Tribunal de Justiça decidiu que um apartamento, mesmo sendo considerado bem de família, pode ser penhorado para garantir o pagamento de dívida decorrente de uma ação de indenização movida contra o condomínio. Para o STJ, as despesas condominiais incluem eventuais indenizações devidas pelo condomínio, e o não pagamento de tais despesas comuns pode dar margem à penhora da economia residencial do inadimplente.

IMÓVEL DO SFH NÃO PODE SER OBJETO DE AÇÃO DE USUCAPIÃO

30 de junho de 2018

Imóvel vinculado ao Sistema Financeiro de Habitação não pode ser alvo de usucapião, pois deve ser tratado como bem público insuscetível a esse tipo de posse. O entendimento é do Superior Tribunal de Justiça, que rechaçou pedido de um casal que reivindicava usucapião sobre bem imóvel que teve construção financiada pela Caixa Econômica Federal.

EM 2 ANOS, “CPF” DOS IMÓVEIS IDENTIFICARÁ AS PROPRIEDADES

30 de junho de 2018

A Receita Federal começa a implantar até o fim deste ano o Sinter (Sistema Nacional de Gestão de Informações Territoriais), que tem como objetivo integrar os cadastros de imóveis urbanos e rurais de todo o país. Com a conclusão e a integração do sistema, cada imóvel terá um número de identificação para toda vida – o Cadastro Imobiliário Nacional (CIN), já apelidado de “CPF do imóvel”.

VENDAS DE IMÓVEIS ACUMULADAS EM 12 MESES CRESCERAM 70,8%

30 de junho de 2018

O mês de abril registrou vendas de imóveis residenciais novos 31% inferiores às realizadas em março, porém 48,7% superiores ao mesmo mês de 2017. No acumulado dos 12 meses encerrados em abril de 2018, foram comercializadas 70,8% mais unidades do que em igual período anterior. Os dados são da Pesquisa do Mercado Imobiliário, efetuada pelo Sindicato da Habitação-SP.

CUIDAR DE IMÓVEL À VENDA É UM TRABALHO NECESSÁRIO

30 de junho de 2018

Como a troca de um imóvel é uma decisão consciente, há que se ter em mente que existe um trabalho prévio – e necessário – a ser feito: se alguma coisa está precisando de manutenção, por menor que seja, isso deve ser feito antes que a venda do imóvel seja anunciada ao público. Pesquisas indicam que um imóvel sem defeitos tende a ser vendido mais rapidamente que os outros.

HERDEIRO PODE PLEITEAR USUCAPIÃO DE IMÓVEL OBJETO DE HERANÇA

22 de junho de 2018

Segundo o Superior Tribunal de Justiça, mesmo no caso de imóvel objeto de herança, é possível a um dos herdeiros pedir a usucapião do bem desde que observados os requisitos previstos no Código Civil, ou seja, o prazo de 15 anos cumulado com a posse exclusiva, ininterrupta e sem oposição dos demais proprietários ou de terceiros.

MUTUÁRIO COM MAL DE PARKINSON PODE QUITAR FINANCIAMENTO

22 de junho de 2018

Um mutuário com mal de Parkinson obteve na Justiça o direito de liquidar, por meio do seguro obrigatório, o saldo devedor de um empréstimo imobiliário. O mutuário havia adquirido, em dezembro de 2013, um apartamento com financiamento da Caixa Econômica Federal, e em setembro de 2014 foi diagnosticado com mal de Parkinson e aposentado por invalidez dois meses depois.