Notas do Mercado Imobiliário

  • DIVISÃO DE BENS INCLUI CASA CONSTRUÍDA NO TERRENO DO SOGRO

    22 de outubro de 2017

    Nos casos de dissolução de união estável, a partilha de bens do casal pode incluir construção em terreno de terceiros. Caso não seja viável a divisão do imóvel, o juízo deve determinar a indenização a ser paga por uma das partes. Esse foi o entendimento do Superior Tribunal de Justiça ao analisar um recurso no qual se discutia os direitos de uma mulher sobre imóvel construído em conjunto com o ex-companheiro, em terreno dos pais dele.
  • RUAS SÃO PÚBLICAS MESMO EM LOTEAMENTO FECHADO

    22 de outubro de 2017

    Ao adquirir um terreno em loteamento fechado, o comprador só tem direito ao seu próprio lote, na medida em que a população tem acesso livre ao sistema viário e aos equipamentos. A prefeitura pode conceder o direito de uso dessas áreas públicas ao loteamento fechado, porém a qualquer momento esse consentimento pode ser revertido. Não se deve confundir, entretanto, loteamento fechado com condomínio de lotes, onde a situação é diferente
  • CAIXA REAJUSTA PRESTAÇÃO SE MUTUÁRIO DESISTE DE PRODUTO

    22 de outubro de 2017

    Mutuários têm sido surpreendidos por aumentos nas prestações dos seus empréstimos imobiliários junto à Caixa Econômica Federal. O problema é que muitos contratos de financiamento foram assinados com previsão de juros menores, desde que os mutuários aceitassem produtos como cartão de crédito, cheque especial e conta-salário. Agora, quando a CEF identifica que um cliente deixou de usá-los, aumenta a taxa de juros do mútuo – decisão que pode ser contestada.
  • QUEDA DOS JUROS REAQUECE O MERCADO IMOBILIÁRIO

    22 de outubro de 2017

    Após atravessar uma fase pouco favorável, o mercado imobiliário promete se reaquecer nos próximos meses. Depois do Comitê de Política Monetária haver cortado novamente a taxa básica de juros e o Banco Central ter comunicado a recuperação gradual da economia do País, os agentes financeiros começaram a reduzir os juros dos financiamentos imobiliários – fato que está aumentando a procura por imóveis à venda.
  • PORTUGAL NA MIRA DE COMPRADORES DE IMÓVEIS BRASILEIROS

    22 de outubro de 2017

    Portugal está na mira dos brasileiros que querem comprar um imóvel em outro país. Segundo dados do Banco Central, de 2016, dos mais de US$ 6 bilhões (quase R$ 20 bilhões) gastos por brasileiros em imóveis no exterior, US$ 725 milhões (aproximadamente R$ 2,3 bilhões) foram parar em Portugal - o segundo país mais desejado, depois dos Estados Unidos.
  • ARRANHA-CÉU DE HONG KONG É VENDIDO POR PREÇO RECORDE

    22 de outubro de 2017

    Um arranha-céu do homem mais rico de Hong Kong, Li Ka-shing, foi vendido pelo preço recorde de 5,15 bilhões de dólares, indicando que o efervescente mercado imobiliário chinês não dá sinais de desaceleração. A compradora do quinto edifício mais alto de Hong Kong é uma companhia energética da China, e o valor pago pelo prédio comercial o torna o mais caro da cidade.