Notas do Mercado Imobiliário

  • FacebookTwitterLinkedInGoogle+PinterestGoogle Bookmarks
    CLASSE MÉDIA PROCURA IMÓVEIS COM ÁREAS DE LAZER

    3 de dezembro de 2016

    Cada vez mais exigente, a nova classe média aceita receber apartamentos com áreas privativas menores, desde que os empreendimentos ofereçam bons espaços de lazer condominiais. Por conta disso, salão de festas equipado, academia, parquinho, piscina e churrasqueiras, entre tantas outras opções, são hoje atrativos importantes na hora de se oferecer um imóvel.
  • FacebookTwitterLinkedInGoogle+PinterestGoogle Bookmarks
    UM DESCONTO PARA NÃO SER ESQUECIDO

    3 de dezembro de 2016

    Um expressivo desconto, garantido aos compradores da primeira casa própria através do Sistema Financeiro da Habitação, é ignorado ou esquecido por boa parte das pessoas. De acordo com a Lei nº 6.015/73, tal adquirente tem direito a um abatimento de 50% nas custas cobradas pelos cartórios de imóveis, para o registro da escritura ou do contrato de compra e venda.
  • FacebookTwitterLinkedInGoogle+PinterestGoogle Bookmarks
    PREÇO DA CASA PRÓPRIA SOBRE MENOS DO QUE A INFLAÇÃO

    3 de dezembro de 2016

    O preço dos imóveis construídos no Brasil subiu 0,07% entre os meses de outubro e novembro, de acordo com o índice FipeZap, que acompanha o preço médio do metro quadrado de unidades prontas em vinte grandes municípios brasileiros. O aumento ficou mais uma vez abaixo da inflação esperada para o período. No mês, o valor do metro quadrado foi de, em média, R$ 7.654,00.
  • FacebookTwitterLinkedInGoogle+PinterestGoogle Bookmarks
    VOLUME DE FINANCIAMENTOS AUMENTOU EM OUTUBRO

    3 de dezembro de 2016

    Os financiamentos para aquisição e construção de imóveis no País atingiram R$ 3,6 bilhões em outubro de 2016, uma alta de 15,6% na comparação com o mês de setembro. A informação foi divulgada pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança e leva em conta apenas os financiamentos concedidos via Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo.
  • FacebookTwitterLinkedInGoogle+PinterestGoogle Bookmarks
    PRÓXIMOS LANÇAMENTOS DEVERÃO FICAR 20% MAIS CAROS

    3 de dezembro de 2016

    Um imóvel comprado em setembro de 2016, deveria custar cerca de 20% a mais, quando comparado com os preços praticados em julho de 2014; mas, por conta da instabilidade econômica, os imóveis estão sendo vendidos por valores menores do que deveriam ser. Com a retomada da economia, os preços deverão ser atualizados, para viabilizar os novos lançamentos.
  • FacebookTwitterLinkedInGoogle+PinterestGoogle Bookmarks
    GOVERNO FLEXIBILIZA REGRAS DO MINHA CASA, MINHA VIDA

    3 de dezembro de 2016

    O Ministério das Cidades flexibilizou as regras do Programa Minha Casa, Minha Vida para pequenos construtores. Atendendo a uma reivindicação do setor, foi retirada a exigência de construção apenas em áreas pavimentadas. Junto com energia elétrica, esgoto e abastecimento de água, o asfalto estava entre os itens de infraestrutura básica necessários na área da obra a ser financiada pelo programa.

  • FacebookTwitterLinkedInGoogle+PinterestGoogle Bookmarks
    TRIPLICA O NÚMERO DE MUTUÁRIOS EM ATRASO COM PRESTAÇÕES

    3 de dezembro de 2016

    O sonho da casa própria virou pesadelo para muitos brasileiros, que não estão conseguindo pagar em dia as prestações do financiamento imobiliário por causa da crise. A parcela de mutuários com dívidas em atraso triplicou no último ano e essa foi a modalidade de dívida com pagamento atrasado que mais cresceu entre oito linhas de crédito pesquisadas.
  • FacebookTwitterLinkedInGoogle+PinterestGoogle Bookmarks
    QUASE UM TERÇO DOS BRASILEIROS GASTA MUITO COM ALUGUEL

    3 de dezembro de 2016

    Segundo o índice FipeZap, entre fevereiro de 2008 (último dado disponível) e dezembro de 2015, o aluguel médio no país aumentou 106,92%, acima da inflação oficial medida pelo IPCA, que subiu 63,60% no mesmo período. Além disso, a renda do trabalhador não acompanhou a velocidade dos preços dos aluguéis. Em 2015, 17,4% das famílias brasileiras viviam em imóveis alugados.