ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO PODEM SER MANTIDOS EM CONDOMÍNIOS

12 de agosto de 2017

Se você mora em um condomínio cuja convenção ou regulamento interno impede a permanência de animais de estimação, fique tranquilo. Depois de outros tribunais de justiça estaduais determinarem que esses animais podem ser mantidos nas dependências de um condomínio, desde que não ofereçam risco à saúde ou à segurança dos vizinhos, chegou a vez do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios firmar o mesmo entendimento.

SÍNDICO PODE ATÉ ARROMBAR PORTAS EM CASO URGÊNCIA

12 de agosto de 2017

Pequenos incidentes dentro dos condomínios podem trazer forte dor de cabeça à administração e também aos moradores. Para evitar maiores transtornos, é dever do síndico não só manter em dia o seguro obrigatório, como também tomar as precauções necessárias visando a tranquilidade na edificação. Nesse sentido, é permitido ao síndico inclusive arrombar a porta de unidades vazias, que estejam pondo em risco o condomínio.

DESCONTO NAS DESPESAS COM ESCRITURA E REGISTRO

12 de agosto de 2017

Na aquisição do primeiro imóvel residencial, financiado dentro do Sistema Financeiro da Habitação, todo adquirente tem direito a um desconto de 50% nas despesas relacionadas com a compra (escritura/registro). Se a aquisição envolveu imóvel do programa Minha Casa, Minha Vida, adquirido do FAR e do FDS, o desconto pode alcançar 75% dos gastos.

CAIXA ABRE LINHA DE CRÉDITO PARA FINANCIAR LOTES URBANOS

12 de agosto de 2017

A Caixa Econômica Federal abriu uma nova linha de crédito visando a criação de lotes urbanizados. Inédita no País, a linha deverá disponibilizar um valor inicial de R$ 1,5 bilhão para financiar o lançamento de lotes urbanos, como condomínios fechados e bairros novos nas cidades. Com esses recursos, os empreendedores poderão construir inclusive ruas e sistemas de água e esgoto.

VENDAS DE IMÓVEIS RESIDENCIAIS SOBEM 9,6% NO 1º SEMESTRE

12 de agosto de 2017

O mercado imobiliário na cidade de São Paulo teve uma queda em junho, mas acumulou crescimento no primeiro semestre, com recuperação dos lançamentos e das vendas, depois de atingir recorde de baixa em 2016. No acumulado do primeiro semestre, houve um aumento de 9,6% em relação ao mesmo período de 2016, de acordo com pesquisa do Secovi-SP.

MERCADO IMOBILIÁRIO COMERCIAL EM VIAS DE RECUPERAÇÃO

12 de agosto de 2017

Especialistas em finanças acreditam que o mercado imobiliário comercial já está pronto para uma nova recuperação, com as empresas aproveitando os aluguéis desvalorizados para melhorar suas instalações. A perspectiva de queda nos juros aumenta o entusiasmo dos investidores; o Banco Central tende a reduzir a taxa Selic para 8% até o final de 2017.

PREÇO DE VENDA DOS IMÓVEIS RESIDENCIAIS RECUOU EM JULHO

12 de agosto de 2017

O Índice FipeZap – que acompanha o preço de venda dos imóveis residenciais em vinte grandes cidades brasileiras – registrou uma queda de 0,15% entre junho e julho. Trata-se do quinto mês consecutivo com redução nominal de preços no ano, resultando em uma queda acumulada de 0,38% no preço dos imóveis residenciais em 2017.

PROJETO PREVÊ ASSOCIAÇÃO PARA PROTEÇÃO PATRIMONIAL

12 de agosto de 2017

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei nº 5523/16, que assegura aos proprietários ou possuidores de bens móveis e imóveis o direito de se organizarem em associações para proteção patrimonial mútua. Segundo o projeto, os proprietários poderão ainda ter fundo próprio, desde que os recursos sejam destinados exclusivamente a prevenção e reparação de danos ocasionados aos bens por danos de qualquer natureza.

DOAÇÃO COM USUFRUTO OU ATRAVÉS DE TESTAMENTO?

6 de agosto de 2017

Quando uma pessoa decide fazer um testamento e nele indicar o que cada um deve receber, a transferência dos bens testados só se torna eficaz a partir do falecimento do testador. Já no usufruto, o beneficiário, chamado de nu proprietário, passa imediatamente a ter o domínio dos bens, porém só entrará na posse dos mesmos após a morte do doador, chamado de usufrutuário.

PAIS SÓ PODEM VENDER A FILHO COM A ANUÊNCIA DOS DEMAIS

6 de agosto de 2017

Norma que pouca gente conhece, determina que os pais só podem vender um imóvel a um filho caso os outros filhos – se existentes – concordem por escrito. O objetivo do legislador foi proteger os demais herdeiros, evitando-se alienações a preço vil, isto é, típicas doações disfarçadas de compra e venda, com o favorecimento a um herdeiro em detrimento dos demais.