INGRATIDÃO PODE LEVAR À REVOGAÇÃO DA DOAÇÃO DE IMÓVEIS

7 de Janeiro de 2018

O Superior Tribunal de Justiça confirmou decisão que revogou a doação de bens imóveis feita por um homem a sua ex-esposa, por ingratidão. De acordo com o processo, após a separação, o homem fez doações de imóveis à ex-mulher; tempos depois, entretanto, ela teve um descontrole emocional e disparou tiros contra o ex-marido, que então decidiu mover uma ação judicial para revogar as doações.